Messias, o Servo do Senhor

Mensagem: O Servo do Senhor, Jesus Cristo – o Messias, veio “para servir e dar a vida em resgate de muitos”, Mc 10:45.

Introdução

Na 13a. mensagem de Isaías, capítulos 40 a 48, Consolem o meu povo”, nós vimos que “Deus é grande em bondade e poder, e nos concede palavras de esperança e consolo, e promessas de livramento em meio aos conflitos e crises em geral”.

Hoje refletiremos nas promessas da vinda do Messias  – Jesus Cristo, Is 49-53.

Estes capítulos falam sobre a redenção por meio do sacrifício do Messias. Isaías 53 fala sobre o cordeiro sofredor, e no capítulo 55 há um convite para se ter fé no Messias.

Nos capítulos 49.14-50.3 “o foco central desta passagem é Sião, termo que se entende a cidade de Jerusalém… A queixa de Sião expressa o abatimento do povo; a resposta do Senhor é eloquente, manifestando o Seu amor por Seu povo” (J. Ridderbos).

Depois o foco é o Servo do Senhor, o Messias, o Filho do homem que veio “para servir e dar a vida em resgate de muitos”, Mc 10:45.

Is 49:1-50:3 apresenta o Messias em três importantes relacionamentos:

1. O Servo e as nações gentias, 49:1-50:3

Mensagem às nações que não conhecem o Deus de Israel. Os gentios “estavam longe” e somente o Servo do Senhor poderia trazê-los para perto, Ef 2:11-22.

Jesus Cristo confirmou a promessa aos judeus, e também estendeu a graça aos gentios (não judeus), Rm 15:8-12.

A vida e obra do Servo do Senhor trouxe:

  • a) Luz para o gentios, 49:1-7;

Messias – Is 9:2; 42:6; 49:6; Lc 2:32.

As trevas estão associadas com a morte, fracasso e sofrimento, loucura, e pecado;  a luz está associada com a vida, salvação eterna, prosperidade, sabedoria, justiça, com o próprio Deus – verdade, revelação…

Jo 1:1-4, 14; 8:12; 1 Jo 1:5-7; 2 Co 4:4-6; Is 60:19-22.

No passado, Israel foi chamada por Deus para ser luz para as nações, e falhou… Mas, Deus ainda tem um plano para Israel como nação…

Em Is 49:3 o Messias é chamado “Israel”, e ele foi escolhido para ser luz das nações, 49:6, e Ele não falhou na Sua missão…

Hoje esse papel, de ser “luz para as nações”, pertence ao Igreja de Jesus Cristo, aos Seus discípulos – At 13:46-49; Mt 5:14-16; Ef 5:8.

  • b) Liberdade aos cativos, 49:8-13;

Is 49:8,9; 42:6,7; Lc 4:16-21

Libertação do povo de Israel do cativeiro da Babilônia, e restauração da nação…

Mas, a maior libertação é a da escravidão do Diabo e do pecado, sendo livres para adorar e servir ao Deus vivo e verdadeiro, infinito e pessoal – Jo 8:30-36; 1 Ts 1:9,10.

  • c) Amor e esperança aos desanimados, 49:14-50:3.

Is 49:13

Em vez de cantar o povo estava desolado, desanimado, por causa do cativeiro, Is 49:14

O Senhor assegura ao Seu povo, o Seu amor, comparando:

  • A uma mãe compadecida, Is 49:14, 23; 66:13;
  • A um corajoso guerreiro, Is 49:24-26, que liberta os cativos, v. 25;
  • A um amor fiel, Is 50:1 – não deu carta de divorcio, não vendeu seus filhos… Haviam sido “vendidos e rejeitados por causa das suas próprias maldades e transgressões…”

Deus é fiel:

  • A Sua palavra, 2 Tm 2:11-13;
  • Para disciplinar, Hb 12:1-11;
  • Para perdoar e purificar, 1 Jo 1:9.

2. O Servo e o Senhor Deus Pai, 50:4-11

Is 50:4, “O Senhor Deus”, vv. 5, 7, 9.

“Senhor Deus” – “Jehovah Adonai”, “Soberano Senhor”.

“”Jehovah Adonai”, significa que Deus é o proprietário de cada membro da família humana, e Ele consequentemente clama por uma obediência irrestrita”(Robert B. Girdleston, Sinônimos do Velho Testamento; Eerdmans, 1951, p.34).

Ênfase sobre a submissão do Servo, em cada área da Sua vida e serviço. Sua mente estava submissa ao Senhor Deus – aprender Sua palavra e Sua vontade, Is 50:4.

O exemplo de Jesus Cristo – Comunhão e obediência em fé – Jo 5:19, 30; 6:38; 8:28; 11:42; 18:1-11; Mt 26:67; 27:26,30; Mc 1:35.

Fp 2:5-8.

Precisamos ter a mesma atitude, a mesma disposição mental que Cristo – no Espírito Santo viver em fé, confiança, comunhão e obediência ao Pai.

3. O Servo e Israel – o povo de Deus, 51:1-52:12

Os princípios abaixo não se aplicam apenas a Israel – povo de Deus no Velho Testamento, mas também a Igreja de jesus – o povo de Deus, hoje…

  • a) “Ouvi-me…”, 51:1:1,4,7;

v. 1, olha para trás – vede de onde fostes tirados…

v. 2, olha para a promessa / aliança  – Abraão, Sara, a história…

v. 6, olha para cima – “… a minha justiça não será anulada”

v. 7, olha para dentro, coração – onde pode existir fé ou medo, Is 12:2; 8:13.

“Vós que seguis a justiça, que buscais o Senhor”, v. 1; “… que conheceis a justiça, e em cujo coração está a lei do Senhor” – vocês que pertencem ao Senhor, aguardem a salvação do Senhor, Jr 31:31-34; Hb 10:16-18.

  • b) “Desperta…”, 51:9-52:6;

Deus responde suas orações com respostas de conforto, Is 51:12,13.

Is 51:17, “Desperta, desperta…”- para uma nova esperança e um novo começo.

Is 52:1 – “Desperta, desperta…”

Mensagem de esperança – o remanescente fiel seria restaurado, e o Nome de Deus honrado, Is 52:10.

“… Desperta tu que dormes, levanta-te dentre os mortos, e Cristo te iluminará”, Ef 5:14 – desperta para o viver como filho da luz, para o viver em sabedoria segundo a vontade de Deus.

  • c) “Retirai-vos…”, 52:7-12.

Voltariam para a sua terra, reconstruiriam a cidade, o templo, a comunhão e o ministério, o serviço a Deus.

Is 52:7, boas novas…

O 1o grupo que voltou da Babilônia para Jerusalém foram cerca de 50.000 pessoas, em 538 a.C., sob a liderança de Neemias, quando Ciro, rei da Pérsia, assinou o decreto…

Não era apenas a retirada da Babilônia, mas de um contexto de imoralidade e de idolatria… Is 52:11 – “… não toqueis coisa imunda…”

2 Co 6:14-7:1 “Portanto, saí do meio deles e separai-vos, diz o Senhor; e não toqueis coisa impura, e eu vos receberei…”. É uma exortação a purificação, ao viver em santidade, fugindo da imoralidade, da idolatria, de tudo o que não agrada a Deus.

Conclusão

Na próxima mensagem, Is 52,53, veremos que esta passagem é o “coração do Evangelho”, e nos revela importantes verdades sobre Jesus Cristo, o Servo do Senhor, o Messias, e o que Ele realizou por nós.

O Servo do Senhor, Jesus Cristo – o Messias, veio “para servir e dar a vida em resgate de muitos”, Mc 10:45.

Fp 2:5-8 , precisamos ter a mesma atitude, a mesma disposição mental que Cristo – no Espírito Santo viver em fé, confiança, comunhão e obediência ao Pai.

 

IsaíasNova Aliança