O viver é Cristo

“… Com toda a determinação de sempre, também agora Cristo será engrandecido em meu corpo, quer pela vida, quer pela morte; porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro”

Filipenses 1:20-21

Quando Paulo escreveu estas palavras, ele estava preso por causa de sua fé em Jesus Cristo… Na prisão ele teve preciosas oportunidades para testemunhar e proclamar a salvação eterna em Cristo Jesus, e por causa do seu testemunho alguns presos foram convertidos a Cristo, e a igreja foi encorajada a cumprir a sua missão, apesar de todas as adversidades… O apóstolo Paulo estava preso, e ele tinha consciência de que a qualquer momento poderia ser morto por causa da sua fé em Cristo Jesus… Mas, ele  não estava preocupado em preservar a sua vida, ou em seu conforto, trabalhar mais, ganhar mais dinheiro, passear mais etc., mas que Cristo fosse exaltado por meio dele, quer na vida, quer na morte. Pois, para ele o viver era Cristo, Cristo era a razão e o centro de sua vida… Para Paulo o mais importante era agradar, testemunhar e exaltar Cristo, na vida ou na morte.

Qual é a razão e o centro da tua vida?

Família, amizades, estudos, trabalho, ganhar dinheiro honestamente, lazer… são coisas importantes neste mundo, mas devem ser periféricas, e não a razão e o centro da nossa vida. Quando tais coisas tornam-se o cento das nossas vidas, nós vivemos uma vida de ansiedade, estresse, frustração, raiva etc., pois esperamos plena realização e satisfação aonde não existe, e em vão tentamos suprir plenamente os nossos anseios, e os de outros. Conforme Jeremias capítulo 2, versículo 13, buscarmos satisfação e realização aparte de Deus é como cavarmos poços, cisternas que não têm água para saciar a nossa sede…

Em Mateus 6 Jesus nos ensina que ao buscarmos em primeiro lugar as riquezas, o comer, o viver e o vestir, nós andamos ansiosos, estressados. Mas, não vivemos ansiosos e estressados, quando buscamos em primeiro lugar o domínio (Reino) de Deus  em nossas vidas, e o viver segundo Seu caráter e padrão (justiça) revelados nas Escrituras Sagradas.

Cristo deve ser o centro, e é somente  Nele que encontramos verdadeira realização e satisfação, e os parâmetros para o bom êxito em todas as demais coisas. Só Jesus nos capacita a lidarmos corretamente com os limites da vida e a realidade da morte, e vivermos aqui e agora plena e real realização e satisfação, com a esperança da plenitude com Ele nos céus.

  • Qual é a razão e o centro da tua vida?

 

Nova Aliançavida, razão