Arrependimento e confissão

Certa vez Anne Graham, filha do Pr. Billy Graham pegou o carro de seu pai escondido para sair sem que ele percebesse, e naquele dia sem querer, ela bateu o carro e o carro sofreu um dano leve. Ela ficou desesperada, voltou para casa e colocou o carro de volta na garagem, como se nada tivesse acontecido. Passaram-se alguns dias, e ela já não aguentava mais esconder de seu pai o que havia feito, e em lágrimas, contou a ele sobre o seu erro. Ele, com olhar de ternura e amor disse: Filha, eu já sabia, estava só esperando você vir me contar.

Queridos, Deus já sabe de todas as nossas falhas e Ele está só esperando que você vá até Ele e conte o seu erro.

Em Salmos 32.3 a 5 diz: “Enquanto escondi os meus pecados, o meu corpo definhava de tanto gemer. Pois de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; minha força foi se esgotando como em tempo de seca. Então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: "Confessarei as minhas transgressões ao Senhor", e tu perdoaste a culpa do meu pecado.

Muitas vezes nos esquecemos de confessar nossos pecados a Deus ou simplesmente ignoramos o fato de termos errado, ignoramos quando erramos com alguém e colocamos o nosso erro “de volta na garagem” como se nada tivesse acontecido.

Deveríamos sentir essa mesma dor no corpo e na alma que Davi sentiu, pelo Não arrependimento, pela Não confissão dos pecados.

Irmãos, Deus sabe. Ele é Deus Onisciente, e mesmo sendo Onisciente, Ele escolheu se esquecer de todos os nossos pecados quando com o coração arrependido, vamos até Ele e confessamos cada erro nosso. E isso, nos faz sentir o mesmo alívio e refrigério no corpo e na alma que Davi sentiu.

Hoje, Deus temos mais uma chance pra recomeçar!

Em constante arrependimento,
Ingrid Lucindo

Ingrid Lucindo