Compromisso no Serviço Ministerial

   A Bíblia ensina em diversas passagens a respeito de ministérios. Vemos isso em Ef. 4, I Co. 4, I Co. 2, I Pe. 4.10, entre outras. Em todos esses textos Deus chama todos para servir. Servir não é uma possibilidade, é um dever de todo cristão.

   Paulo cita em Gl. 1.15-17 que quando Deus o designou para ir pregar aos gentios, não negociou, não questionou, nem discutiu. Obedeceu.

   Quando servimos em um ministério duas coisas acontecem: 1) Glorificamos a Deus e 2) Edificamos as outras pessoas. Deus nos dá oportunidade de servir na área que mais amamos, com os assuntos ou causas que amamos, usando nossos dons espirituais e nosso estilo pessoal.

   Tanto a paixão ministerial, quanto nossos dons e nosso estilo pessoal são dados por Deus, visando glorificá-lo e edificar a Igreja. 

   Temos ainda o exemplo do próprio Senhor Jesus Cristo, que “...não veio para ser servido, mas para servir,...” Mc. 10.45. Jesus demonstrou esse princípio, servindo ao Seu povo e aos Seus. (Jo. 13.1-17). 

   Destaco também a importância do compromisso assumido quando nos dispomos a servir. Ecl. 5.4-5 ensina que "É melhor não votar, do que votar e não cumprir", ou seja, compromisso precisa ser cumprido.

   É fundamental também que quem serve em ministério seja considerado fiel, tanto ao cumprir zelosamente suas responsabilidades ministeriais, quanto na entrega da mensagem bíblica conforme Deus revela em Sua Palavra.

   Oremos para que o Espírito Santo conscientize a cada dia todos os cristãos sobre a necessidade de servir, e que, mesmo em uma época em que compromissos são descumpridos, sejamos fiéis no exercício de nosso ministério.

 

Gerson Barros

devocionaisGérson Barros