Jesus o Soberano Rei e Justo Senhor

NOVA ALIANÇA
Mensagens Bíblicas
Apocalipse 1.1-8
12.03.2017
Pr. Rodrigo Silva

Apocalipse 1.1-8

Estamos vivendo tempos em que a adoração ao imperador não existe mais.

Mas isto não acabou com a idolatria. Hoje cada ser humano é um imperador em potencial. O culto ao EU cresce a cada dia, e cada vez mais cedo das pessoas buscam se amar e se adorar.

Tudo que toma o lugar de Deus em nossas vidas se torna um ídolo.

O lugar de Deus em nossas vidas é no controle delas, é Ele reinando em nós. Qualquer outro lugar que dermos a Ele, que não seja o trono de nossas vidas é indevido.

É preciso lembrar a igreja de que somente Jesus Cristo é o Soberano Rei e Justo Senhor.

Olhando para o texto de Apocalipse podemos ver, qual é o verdadeiro papel de Jesus. Mas não só isto, ao olharmos para Cristo quero analisar como estamos nos relacionando com Jesus, qual é a nossa postura diante do Soberano Jesus Cristo. 

É importante conhecermos o cenário da época  para entendermos melhor a motivação do livro:

·         Apocalipse foi escrito por João.

·         O titulo do livro: revelação de Jesus Cristo 1.1

·         A mensagem do livro é: revelar Jesus como soberano Senhor da Igreja e Juiz de todos exigindo submissão e adoração a Ele. Jesus é o centro do livro

·         A escrita se dá é na ilha Patmos. 1.9, por volta de 95 d.C

·         A adoração ao Imperador era exigida Domiciano chegou citar que era: Dominus et Deus. Ele se intitulava senhor e rei.

·         Saia uma estrada que ligava todas as outras cidades relatas no livro.

·         Recheado de símbolos comuns ao povo da época.

Uma coisa precisa ficar claro: independente da nossa postura com relação a Jesus,  Ele continuará a ser Senhor e Rei. Nós é que perderemos os privilégios de súditos leias e poderemos sofrer as consequências se formos rebeldes.

Quais são as atitudes do Senhor Soberano? O Senhor Soberano:                                     

1.       Revela o seu plano para seus súditos. V.1 e 2.

O verso 1 mostra o propósito do livro, que era revelar aos súditos os acontecimentos.

O povo precisava saber o que estava para acontecer eles estavam em meio a uma guerra, eles estavam em meio a perseguição.

O povo precisava saber o desfecho do Plano de Deus. Eles haviam aceitado a Palavra e declarado que Jesus era o Senhor da vida deles e por isto estavam sendo acusados de oposição.

Então Jesus age diferente de todos os soberanos Ele revela o seu plano. Os reis da época não tinham a obrigação de prestar contas aos súditos eles faziam o que queriam.

Jesus também não tem que prestar contas a ninguém mas ele deseja compartilhar com o seus súditos o seu plano e Ele faz isto por amor e graça.

Algumas estratégias que Jesus revela.

·         2.7 Ao vencedor darei o direito de comer da árvore da vida, que está no paraíso de Deus.

·         2.11 O vencedor de modo algum sofrerá a segunda morte.

·         2.17 Ao vencedor darei do maná escondido. Também lhe darei uma pedra branca com um novo nome nela inscrito, conhecido apenas por aquele que o recebe.

·          2.26 Àquele que vencer e fizer a minha vontade até o fim darei autoridade sobre as nações.

·         3.5 O vencedor será igualmente vestido de branco. Jamais apagarei o seu nome do livro da vida, mas o reconhecerei diante do meu Pai e dos seus anjos.

 

Estes irmãos estavam passando por lutas e tribulações e precisavam ser consolados, certamente ouvir a palavra do seu Soberano e saber que Ele não mente e que suas promessas irão se cumprir é um consolo.

 

O soberano Jesus revelou aos seus súditos o seu plano.

 

O plano do Justo Juiz também foi revelado:

20. 10 O diabo, que as enganava, foi lançado no lago de fogo que arde com enxofre, onde já haviam sido lançados a besta e o falso profeta. Eles serão atormentados dia e noite, para todo o sempre.

13 O mar entregou os mortos que nele havia, e a morte e o Hades entregaram os mortos que neles havia; e cada um foi julgado de acordo com o que tinha feito. 14 Então a morte e o Hades foram lançados no lago de fogo. O lago de fogo é a segunda morte. 15 Se o nome de alguém não foi encontrado no livro da vida, este foi lançado no lago de fogo.

 

Isto é literal e real.

O verso 3 diz que aqueles que se apegarem a esta palavra seriam felizes.

A ideia não apenas ler. Mas sim conhecer, guardar a Palavra do seu Senhor.

Jesus não revela seu plano apenas para nos informar, para nos dar conhecimento ele o faz para que experimentemos dele. Se alimentar da Palavra é se alimentar do próprio Jesus, viver a Palavra e viver o próprio Jesus.

 

 

Jesus é o Senhor que fala que os seus servos e ele revela: a sua vontade, ele conhece o sofrimento do seu povo, as punições e as recompensas.

O Senhor revela seu plano para que ele seja revelado por nós para outros. 1.2 e 19.

Esta é a postura do Soberano Jesus.  Mas Ele vai além.

2.       Rei sobre todos os reis da Terra. V.5.

Jesus está entronizado acima de tudo e de todos ele tem o governo em suas mãos o próprio Pai o deu.

João diz que Ele é o soberano sobre todos os reis da Terra, não há nenhum rei que seja maior que Jesus, Ele reina sobre a vida e a morte o texto se refere a ELE como sendo o primogênito dentre os mortos, ou seja o primeiro e o único.

Outros tentavam se imortalizar os faraós fizeram isto, as pirâmides  tinha a função abrigar e proteger o corpo do faraó mumificado e seus pertences (jóias, objetos pessoais e outros bens materiais) dos saqueadores de túmulos.

O imperadores chineses também tentavam esta tática. Mas só o túmulo de Jesus está vazio, só Ele reina sobre todos os reinos.

Isto declara e mostra a grandiosidade de Jesus e sua autoridade e o seu governo.

Mas também mostra para seus súditos o tamanho do reino deles. O verso 6 diz que fazemos parte deste reino e para podermos servir a Deus esta é a razão pela qual estamos nos reino. Súditos estão no reino para servir ao seu senhor e o nosso Senhor é o maior de todos.

Jesus é o nosso amigo mas ele também é Senhor é preciso muito respeito para se estar na presença de um Rei tão poderoso como Jesus.

Muitas vezes temos uma visão frágil de Jesus, conseguimos enxergar apenas o Cristo da cruz. Mas olhe o quer João vê.

·          Apocalipse 1:13 e entre os candelabros alguém “semelhante a um filho de homem”, com uma veste que chegava aos seus pés e um cinturão de ouro ao redor do peito. João não vê um homem frágil e nu na cruz.

·         Apocalipse 1:14 Sua cabeça e seus cabelos eram brancos como a lã, tão brancos quanto a neve, e seus olhos eram como chama de fogo. Não mais uma cabeça sangrando por causa da coroa de espinhos, e nem olhos tristes por ter sido abandonado por todos.

·         Apocalipse 1:15 Seus pés eram como o bronze numa fornalha ardente e sua voz como o som de muitas águas. Não há pés cambaleantes por causa do peso da cruz, ou uma voz fraca que se esforça para dizer está consumado.

·         Apocalipse 1:16 Tinha em sua mão direita sete estrelas, e da sua boca saía uma espada afiada de dois gumes. Sua face era como o sol quando brilha em todo o seu fulgor. Em sua mão não mais os cravos da cruz. Não mais o homem calado diante de Pôncio Pilatos. Sua face não era mais triste.

Olhem o que diz o verso 8.

Ele é o inicio e o fim

Ele é o EU SOU

Ele é o Todo Poderoso.

E como Rei poderoso ele toma mais uma atitude...

3.       Ele é o libertador do seu povo. V.5

Seria uma incoerência ser súdito do Rei mais poderoso de todos, do maior de todos os reis e estar como prisioneiro de algum rei.

O texto diz que Jesus nos ama, Ele ama aos seus súditos e por isto os liberta do reino do pecado e do seu poder.

Nós somos escravos livres, recebemos a nossa carta alforria, o pecado que nos escravizava e nos condenava, já não tem mais este poder sobre a nossa vida.

Nossa carta de alforria foi escrita com sangue e não foi qualquer um,  foi o Sangue de Cristo o Justo Juiz e Supremo Senhor.

O problema é que alguns súditos ainda vivem como se fossem escravos do pecado e é por isto que o Senhor Jesus vai dizer a eles: arrependam-se.  5 das 7 igrejas receberam acusação do Senhor e todas elas ouviram um chamado para o arrependimento.

Nosso Senhor é misericordioso e perdoa aqueles que se prostram diante dEle arrependidos.

O Senhor Reidos reis revelou aos seus súditos que eles são libertos.  

O Senhor Rei dos reis diz revela atodos nós, súditos ou não,  que o tempo está próximo onde não haverá mais tempo para arrependimento...

O Soberano...

4.       Voltará em Glória. V. 7

O nosso Rei prometeu que um dia voltaria para buscar os seus servos e estabelecer o seu Reino.

Esta volta dará inicio a uma série de acontecimentos eminentes com nunca se viu na história.

Ele voltará para buscar os seus e condenar aqueles que o rejeitaram, o Reino de Deus está disponível a todos mas somente aqueles que foram libertos pelo sangue do Cordeiro é que entrarão no Reino.

Jesus já veio, o seunascimento é comemorado por todos, , mas o natal não é só o nascimento do menino Jesus é o inicio do fim, dos últimos tempos.

Ao Jesus nascer sabia-se que Ele iria morrer

Era certo que iria ressuscitar

E é certo que Ele irá voltar

Agora para julgar as nações e libertar completamente o seu povo.

A volta de Cristo pode acontecer a qualquer momento.

O verso 4 diz literalmente que está pra vir, está chegando. E como se dissemos que uma pessoa já saiu da sua cidade e esta chegando.

Jesus pode voltar agora e nós como igreja precisamos crer e esperar a sua volta ansiosamente.

Ele virá como um ladrão sem avisar e espera encontrar a sua igreja vigilante.

Isto é palavra de Deus e revelação do Soberano Senhor.

Se você realmente crê que Jesus é o Soberano Senhor o Todo Poderoso e Justo Juiz, então você não tem outra coisa para fazer a não ser crê na sua Palavra.

A palavra de um rei não volta atrás principalmente a do Rei dos reis.

·         Ele se revelou a nós

·         Ele é o Rei dos reis

·         Ele nos libertou da escravidão do pecado

·         Ele vai voltar para nos levar

Servos fies reverenciam ao seu Senhor obedecendo a sua Palavra.