#Esperança num mundo péssimo!

#esperançanummundopéssimo

 A maior tragédia ambiental no Brasil, envolvendo a companhia Samarco, em Mariana, MG...

   A reportagem, recente, da Rede Globo sobre doentes com câncer, sem atendimento e sem remédios no Hospital Mario Kroeef, no Rio de Janeiro... E, na mesma reportagem, a denúncia de cerca de trezentas toneladas de remédios armazenados, numa central de abastecimento da Secretaria Estadual de Saúde, RJ, que foram para o lixo, por estarem vencidos...

   As velhas e as novas e as constantes revelações da 'Operação Lava Jato', com suas constatações e denúncias de corrupção no mundo político, governamental, corporativo...

   A morosidade da justiça brasileira em julgar e condenar muitos poderosos da sociedade brasileira...

   As recentes declarações de alguns dos nossos governantes de que perdemos a guerra contra o mosquito aedes aegypti, vetor de doenças como dengue, febre amarela, chikungunya, zica vírus...

   A economia em recessão, os juros altíssimos, a inflação subindo, o crescimento do desemprego, a perda da credibilidade da economia brasileira e dos seus gestores...

   A realidade de uma igreja em geral e de muitos dos seus membros e líderes, que parecem alienados e ou compactuados e ou conformados com este mundo, gerando uma imagem pública que envergonha o Nome de Cristo e mancha Sua glória.

   Tais são alguns dos fatos que geram indignação, desesperança, angústia... Num contexto como esse pôde-se desabafar, assim como há anos fez o escritor português, José Saramago: não sou pessimista, o mundo é que é péssimo.

   Mas, o verdadeiro discípulo de Jesus Cristo tem a convicção de que Deus planejou, criou, sustenta e governa este mesmo mundo que nós (seres humanos) o tornamos péssimo, mas no qual Deus ainda tem propósitos para proclamação e glória do Seu Nome. Por isso, sem conformismo e alienação e ostracismo, num mundo péssimo - contexto de pessimismo e desesperança, o discípulo de Cristo, à semelhança do profeta Habacuque, por conhecer e compreender e confiar na justiça e no governo divino, ele pode afirmar: “Ainda que as figueiras não produzam frutas, e as parreiras não deem uvas; ainda que não haja azeitonas para apanhar nem trigo para colher; ainda que não haja mais ovelhas nos campos nem gado nos currais, mesmo assim eu darei graças ao Senhor e louvarei a Deus, o meu Salvador. O Senhor Deus é a minha força. Ele torna o meu andar firme como o de uma corça e me leva para as montanhas, onde estarei seguro.” Habacuque 3:17-19 NTLH

   Para o verdadeiro discípulo de Cristo, "... nada é mais encorajador para os cristãos, em um mundo perigoso, no qual a esperança terrena certamente se esgotará, que a certeza de que a vontade determinada de Deus está sendo feita” (Culver).

Em Cristo, Pr Domingos M. Alves, 24.02.2016