Cidadãos da República e Súditos do Reino

 

          Hoje comemoramos o dia da Proclamação da República Federativa do Brasil. Em 15 de Novembro de 1889 o Marechal Deodoro da Fonseca, junto com outros nomes importantes da época aclamam o Brasil como sendo um país de governo presidencialismo republicano. Esse ato culminou na queda do Brasil império, onde o Imperador Dom Pedro II deixa de ser o soberano no país.

          Hoje fazemos parte de uma república democrática e isso nos concede deveres e direitos que todos os cidadãos precisam cumprir e ter. (pelo menos em tese é assim).

Mas nós, Igreja de Cristo, também somos cidadãos do Reino de Deus e súditos do nosso Senhor Jesus. E o que isso significa? De maneira bem resumida duas implicações

          01.O privilégio de sermos cidadãos do Reino nos dá acesso ao Rei, ao trono do Pai. Traz para nós os benefícios de ser cidadão de um reino que nunca mais terá fim, um lugar de equidade e paz, justiça e bondade.

          02.O fato de sermos súditos do Senhor Jesus, nós dá o dever de sermos obedientes a Ele e sua Palavra. Traz a responsabilidade de divulgar os feitos do nosso Senhor e sermos fiéis a Ele e somente a Ele.

         Por isso meu irmão, lembre que em 1889 a situação do Brasil começou a mudar quando o regime de governo mudou. É bem certo que muito ainda precisa mudar.

          E em sua vida o que mudou quando Jesus começou a reinar nela. Não seja uma rebelde do Reino, submeta-se a Seu Senhor e deixe que Ele mude sua vida a cada dia.

          O servo de Cristo e cidadão do Reino.

          Pr. Rodrigo Silva